Domaine Jean-Claude Rateau

Domaine Jean-Claude Rateau

Jean-Claude vem de uma família de vinhateiros. Seu avô paterno, Lucien Rateau, elaborava diferentes tipos de Côte de Beaune brancos e tintos. Seu avô materno produzia um Beaune Villages de guarda. Seu pai cultivou e vinificou parcelas de Bressandes, Prévolles e Reverséees. Jean-Claude se banhou no meio vitivinícola borgonhês desde a mais tenra infância. Depois de ter estudado do Lycée Viticole de Beaune, ele decide fazer um Tour de France trabalhando com diferentes vinhateiros para adquirir experiência.

Em 1979, com 2 ha de sua família, JC retorna à sua terra natal e começa sua aventura individual. Muito apegado a seu terroir e extremamente preocupado com o meio-ambiente, Jean-Claude foi o primeiro a se servir da biodinâmica para o cultivo de suas vinhas. Segundo ele, os organismos vivos são indispensáveis ao solo para que a planta possa crescer e produzir em harmonia.

Hoje, Jean-Claude cultiva 10 ha de vinhas espalhadas em 20 parcelas distintas, em 12 terroirs diferentes, dando origem a 15 vinhos (brancos e tintos) nas denominações regional, villages e premier cru. A diversidade dos terrenos e a vida dos solos permite dar uma larga gama de vinhos de Beaune, desde vinhos abertos e perfumados (Le Clos des Mariages), outros mais potentes (Les Prévoles) e vinhos finos e de guarda nos crus como Les Bressandes e Gevrey Chambertin.

Domaine Jean-Claude Rateau

Buscar