Regiões

  1. Alsace

    O destino da região da Alsácia era ser uma região produtora de vinho! Ela é uma das regiões produtoras de vinho mais antigas do mundo. A Alsácia está localizada entre França e Alemanha onde os romanos no século II já produziam vinhos. Ela possui a constituição geológica mais complexa de todas as grandes regiões produtoras da França. As três principais áreas, baseado em sua estrutura e morfologia são: a borda de silício dos Vosges, as colinas de calcário e os solos de aluvião da planície.

  2. Bordeaux

    Uma idéia recorrente em relação aos vinhos franceses é que os vinhos da Borgonha são masculinos e os vinhos de Bordeaux são femininos. Mas, para um verdadeiro apreciador, os vinhos de Bordeaux são femininos e masculinos ao mesmo tempo. Feminino por sua delicadeza, sensualidade e suavidade; e masculino em razão de sua estrutura, corpo e potência.

  3. Bourgogne

    Trata-se de uma terra de paradoxos: utiliza somente duas uvas na composição de seus vinhos, Pinot Noir para os tintos e Chardonnay para os brancos. Ainda assim, produz vinhos de extrema complexidade aromática e muito distintos entre si. A complexidade do solo da Bourgogne é tamanha, que na Idade Média os monges produtores dos vinhos da região chegavam a provar o solo a fim de identificar as características de cada parcela.

  4. Champagne

    Champagne é a região de vinhos de Apelação de Origem Controlada situada mais ao norte da França, distando cerca de 145 km de Paris, tendo as montanhas de Ardennes, recobertas por florestas, a separá-la da Bélgica. Cerca de 80% da apelação estão situados no distrito de Marne, sendo os restantes 20% localizados em Aube, Aisne, Seine-et-Marne e Haut-Marne. Dizem que, se Paris é a cabeça da França, Champagne é a alma, e a Borgonha, o estômago.

  5. Côtes du Rhône

    A ligação da região de Cotês du Rhône com o vinho começa com os gregos, nos tempos antigos, quando na ocasião eles ocuparam a área e trouxeram mudas de uvas viníferas. Mais tarde, os romanos desenvolveram o comércio dos vinhos na região, desenvolvendo uma das primeiras estradas antes mesmo que a região se tornasse propriedade dos Papas.

  6. Jura

    O Jura é provavelmente uma das regiões mais misteriosas do mundo, é tambem a menor região da França, com somente 1.600 Ha (menor que alguns produtores do Chile!). Poucas pessoas conhecem e entedem a grande complexidade desses vinhos. Parece que os produtores querem guardar escondidos para si esses segredos. De fato, uma grande parte desses vinhos são consumidos na prória região é são difíceis de se achar, mesmo em Paris.

  7. Languedoc

    A belíssima região do Languedoc está localizada ao sul da França, banhada pelo imponente Mar Mediterrâneo, com seu terço sul fazendo fronteira com a Espanha. Região produtora de vinhos há muitos séculos, ela ficou esquecida durante muito tempo devido à ocorrência da Phylloxera (praga que atacou grande parte dos vinhedos da França no século XIX). Após sucessivos anos de recuperação, esta região atualmente está sendo redescoberta. De fato, podemos encontrar nesta região vinhos excepcionais, ainda desconhecidos ou começando a surgir.

  8. Loire

    Não é a toa que a região da Loire é considerada patrimônio mundial pela Unesco e o 4º destino mais visitado na França. Sua beleza natural é de tirar o fôlego e seus fabulosos châteaux são verdadeiras obras de arte criadas pelo homem. Para completar, o Loire é um daqueles poucos lugares especiais que produzem diferentes estilos de vinho sem perder classe e qualidade. O Val de Loire corresponde à região entre Nantes e Orléans.

  9. Normandie

    A Normandia esta localizada no noroeste da França, banhada pelo Mar da Mancha, de frente para a Inglaterra. É muito conhecida por ser palco do desembarque das tropas aliadas na Segunda Guerra Mundial em 1944, no que ficou conhecido como o Dia D e também por ser a origem de um dos mais conhecidos tipos de queijo do mundo, o Camembert.

  10. Savoie

    Savoie

  11. Sud Ouest

    A região do Sudoeste da França (em específico Montravel e Bergerac) e Bordeaux mantém uma relação de amor e ódio desde tempos antigos. Em 1294, Henrique III deu permissão à população de Bordeaux para confiscar todo o vinho vindo de Montravel que viajasse pelo rio Dordogne, o único meio de transporte possível para a produção de vinhos desta região na época. Desde então, as duas regiões combatem uma à outra. Pode-se dizer que Bordeaux levou vantagem pois é a região produtora de vinhos mais conhecida da França. Mas esta rivalidade pode ser um atrativo, pois podemos encontrar vinhos no Sudoeste tão bons quanto os da região de Bordeaux por valores mais acessíveis.