Fale conosco e tire todas suas duvidas

Fale conosco no Whatsapp

Regiões

Côtes du Rhône
Côtes du Rhône
A ligação da região de Côtes du Rhône com o vinho começa com os gregos, nos tempos antigos, quando na ocasião eles ocuparam a área e trouxeram mudas de uvas viníferas. Mais tarde, os romanos desenvolveram o comércio dos vinhos na região, desenvolvendo uma das primeiras estradas antes mesmo que a região se tornasse propriedade dos papas.
Regi�o
Regi�o

Esta charmosa região está localizada entre as cidades de Lyon e Avignon e apresenta duas facetas em relação à produção de vinhos. No norte predominam os vinhos varietais, produzidos com apenas uma variedade de uva; já no sul, predomina a assemblage, corte de diferentes variedades na composição do vinho; o que resulta em vinhos complexos e aromáticos. Assim como na propriedade do Chateuneuf du Pape, o solo é coberto por pedras que durante a noite liberam o calor acumulado durante o dia, beneficiando o cultivo das uvas.

  1. Expression Blanc, 2018

    Um vinho que é resultado de um solo de excelente qualidade, situado entre Arles, Nîmes, Montpellier e o Mar Mediterrâneo. Os irmãos Fanny e François, produzem um vinho com notas de flores secas e frutas brancas frescas, tem boa mineralidade e acidez, fresco, leve e fácil de beber!
    R$79,00
  2. Expression Rouge, 2016

    Resultado de um solo de excelente qualidade, situado entre Arles, Nîmes, Montpellier e o Mar Mediterrâneo. Os irmãos Fanny e François, produzem esse vinho com uma linda cor púrpura, com nariz de groselhas, blackberries e alcaçuz. Taninos finos e boa presença de frutas. Um vinho de prazer e muito versátil para harmonizações.
    R$79,00

    Sem estoque

  3. Expression Rosé, 2017

    Os irmãos Fanny e François produzem essa explosão de frescor com notas de frutas vermelhas! Este vinho é resultado de um solo de excelente qualidade, situado entre Arles, Nîmes, Montpellier e o Mar Mediterrâneo. Um rosé com ótimo frescor!
    R$79,00
  4. Les Chèvrefeuilles, 2017

    Excelente combinação de uvas jovens e antigas, orquestrada de maneira espetacular por Rémy Klein, em seu Domaine. É um vinho complexo e multifacetado, que remete ao frescor ao mesmo tempo que transpira maturidade. "Um consistente e excelente produtor da região de Côtes du Rhône", Robert Parker. Chèvrefeuille que do francês significa 'madressilva'; cujo perfume você não pode escapar durante a primavera no sul de Ardèche.
    R$110,00
  5. Réserve des Seigneurs, 2016

    Cor violeta escuro. Aromas de frutas escuras maduras, e especiarias: canela, cravo, kirsch, amêndoas, tabaco e uma leve nota de violeta. Taninos elegantes e macios. Longo final e persistência.
    R$139,00

    Sem estoque

  6. Les Terres Blanches, 2015

    Nicolas Renaud era professor de história antes de se tornar um enólogo em 2007, assumindo as vinhas de 17 ha em Rochefort-du-Gard que hoje possuem em torno de 50 anos. A origem desta paixão ocorreu nas visitas em seus primeiros anos na vinha e na memória de um vinho em particular, e não de qualquer um, mas do grande Henri Bonneau, famoso produtor de Chateauneuf-du-Pape com quem fez seu aprendizado, no Domaine de Vieille Julienne. Esse vinho tem aromas expressivos de cerejas, coulis de frutas vermelhas e uma nota floral que remete a rosas. Também aparecem uma leve nota sanguínea e um toque de pimentas preta. Na boca é um vinho que cheio, rico e expressivo, com taninos presentes mas elegantes, fruta redonda e bela estrutura. Longo e exuberante!
    R$157,00
  7. Petit Ours, 2017

    Um vinho especial produzido com 100% de Syrah da região de Côtes du Rhône, surpreende pela expressão da fruta que apresenta. Feito por Matthieu Barret, de forma biodinâmica, possui um frescor divino, sendo um vinho gastronômico, com taninos elegantes e notas de frutas vermelhas frescas. Um vinho glou glou!!!
    R$185,00

    Sem estoque

  8. La Griffe, 2016

    Os vinhos do Domaine de Villeneuve são hamoniosos, equilibrados e de textura sedosa, graças à máxima expressão da qualidade das vinhas velhas e de uma colheita minuciosa. Esse vinho complexo com notas vegetais no nariz e frutadas na boca, surpreende por seu frescor!
    R$248,00

    Sem estoque

  9. Brise Cailloux, 2015

    Um vinho especial produzido com 100% Syrah da região de Cornas. Aromas de azeitona preta, groselha, alcaçuz e notas defumadas de especiarias, hibisco e pimenta. No paladar tem textura macia e carnuda. A persistência é incrível!
    R$368,00

    Sem estoque

  10. Châteauneuf du Pape Vieilles Vignes, 2013

    Os vinhos do Domaine de Villeneuve são hamoniosos, equilibrados e de textura sedosa, graças à máxima expressão da qualidade das vinhas velhas e de uma colheita minuciosa. Esse vinho com notas de frutas vermelhas é muito intenso, mas também de grande elegância, o que é raro de encontrarmos tradicionalmente nos Chateauneuf du Pape!
    R$376,00
  11. Côte Rôtie, 2016

    Um Côte Rôtie natural, de terroir inovador e verdadeira expressão. Jean Michel Stephan é um artesão no sentido nobre, os vinhos que ele produz são verdadeiros concentrados de delicadeza, elegância, fruta, frescura, mineralidade, mas especialmente de grande pureza. Acentuadas notas de frutos silvestres com especiarias e aromas de cereja, notas de azeitona, flores secas, carne defumada e notas sutis de baunilha. Muito fresco e com boa mineralidade, oferece sabores de frutas pretas como amora e cereja, pimenta branca. A nota de carne repete-se num final longo e suculento, emoldurado por taninos harmoniosos e sedosos.
    R$489,00
  12. 3 LAND, 2016

    Matthieu Barret convida mais dois amigos vignerons para produzir um vinho natural com a assemblage de três uvas bem diferentes: syrah, mondeuse e a gamay. No nariz temos especiarias e muito floral, alcaçuz, cereja e violeta. Em boca é muito comum o poder do syrah de Cornas, a fruta da Gamay e a delicadeza da mondeuse. Um vinho de sede!
    R$491,00
  13. Billes Noires, 2015

    A famosa cuvée "Billes Noires" produzida com 100% Syrah da região de Cornas. Um pouco austero em sua juventude, o vinho revela ao longo do tempo belos aromas de frutas negras, especiarias e ervas secas. Na boca é sedoso e puro, reto, dotado de uma frescura excepcional e requinte aromático. Um néctar de elegância sutil e muito sabor!
    R$626,00
  14. Coteaux de Tupin, 2015

    Coteaux de Tupin, 2015 por Jean-Michel Stephan é um vinho complexo proveniente das encostas superiores de Tupin, em terroir de terraços de granito e gnaisse, típicos da denominação do Sul da Côte-Rôtie. Jean Michel é um purista, não química, nem em viticultura, nem em vinificação nesta cuvée de 100% Serine (variedade de Syrah indígena e não clonado). É a variedade original da Syrah, pura, e que torna os vinhos mais finos, mais amplos e especialmente muito mais complexos.
    R$658,00
  15. Côteaux de Bassenon, 2016

    Artista e verdadeiro ourives do vinho, Jean-Michel Stephan trabalha numa pequena adega sem artifícios para produzir vinhos com fruta, frescura e pureza. Este Côteaux de Bassenon entrega aromas clássicos de violeta, frutos pretos e pimenta, realçado por toques amadeirados e de azeitonas pretas. Seus taninos estão maduros e arredondados e tem final delicioso e longo.
    R$671,00
  16. Ogre, 2014

    Matthieu Barret produz vinhos em Cornas com certificação biodinâmica desde 1998. Ogre é tão especial que não é produzido todos os anos, é um vinho que se expressa em notas de frutas quase compotadas e minerais. Definitivamente um vinho de longa guarda!
    R$796,00