PRODUTORES

Produtor: Domaine des Temps Perdus, Clotilde Davenne
Região: Bourgogne
Domaine des Temps Perdus, Clotilde Davenne
Clotilde Davenne tem uma paixão pelo cultivo das vinhas: "é um duro aprendizado, mas eu preciso estar nas vinhas, aprender, observar, sentir, especialmente com a transição para o cultivo biodinâmico". O contato com a terra, as sensações, os aromas e sabores, tudo isso é parte do prazer que ela tem em seu trabalho e o que a fizeram ser uma vinhateira: "Desde muito jovem eu já tinha uma sensibilidade para gostos e aromas. Aos 15 anos eu já sabia que trabalharia em algo que pudesse utilizar meu nariz. ou perfumaria ou enologia, e um encontro com um enólogo fez o resto". Produtor
 
Além da pinot noir da chardonnay, Clotilde Davenne tem uma verdadeira paixão pela Sauvignon Blanc. "A chardonnay se revela, especialmente na cave, mas a a sauvignon é uma uva fascinante onde podemos sentir todos os aromas e sabores das vinhas". Dentre seus vinhos ela admite uma fraqueza por seu Saint Bris, o único Borgonha feito de sauvignon blanc. "Em Saint Bris tenho quatro parcelas de vinhas antigas, uma delas centenária, com rendimentos minúsculos. Estou muito ligada à ela, que me exige uma atenção especial e produz uvas com sabores extraordinários"
 
Vivacidade, tonicidade e energia. Estas são as palavras que vêm à mente quando provamos os vinhos de Clotilde Davenne. Seus vinhos são sempre frutados, vinificados em cubas, com leveduras nativas e sem qualquer uso de madeira.

 

Conheça os vinhos deste produtor

  1. leve

    Bourgogne Rouge, 2014 375ml (1/2 garrafa)

    Um sedutor Borgonha tinto, o Clotilde Davenne Bourgogne Rouge tem bela coloração rubi, notas de frutas levemente apimentadas, com um pequeno traço de grapefruit que lembra nos lembra de um Ruchottes-Chambertin. Este vinho tem uma incrível mineralidade. É feito à partir de vinhas de mais de 50 anos, na parcela de Les Rosiers, que fica voltada para o Sul, paralela a Irancy. É um raro e fascinante vinho!
    R$85,00
  2. leve

    Saint-Bris, 2017

    Frutado, elegante e fresco, com notas de frutas cítricas, frutas exóticas e ao mesmo tempo com elegante mineralidade. Esse sauvignon blanc de Saint Bris possui uma fantástica amplitude na boca. Um vinho verdadeiramente gourmet!
    R$135,00
  3. leve

    Bourgogne Rouge, 2016

    Um sedutor Borgonha tinto, o Clotilde Davenne Bourgogne Rouge tem bela coloração rubi, notas de frutas levemente apimentadas, com um pequeno traço de grapefruit que lembra nos lembra de um Ruchottes-Chambertin. Este vinho tem uma incrível mineralidade. É feito à partir de vinhas de mais de 50 anos, na parcela de Les Rosiers, que fica voltada para o Sul, paralela a Irancy. É um raro e fascinante vinho!
    R$142,00
  4. leve

    Irancy, 2015

    Os vinhos de Irancy estão entre os mais antigos vinhos da Borgonha. Os monges já os produziam desde o século XI e muitos os consideram como a estrela entre os vinhos tintos da região Yonne. Este vinho possui os aromas naturais da pinot noir, a fruta vermelha é muito presente, principalmente a cereja e a César traz um toque de terroir e toda a sua mineralidade. Incrivelmente amplo na boca, um vinho verdadeiramente gourmet!
    R$172,00
  5. médio

    Saint Bris Vieilles Vignes, 2013

    Dentre seus vinhos ela admite uma fraqueza por seu Saint Bris, o único Borgonha feito de sauvignon blanc. "Em Saint Bris tenho quatro parcelas de vinhas antigas, uma delas centenária, com rendimentos minúsculos. Estou muito ligada à ela, que me exige uma atenção especial e produz uvas com sabores extraordinários. Um vinho muito bem estruturado, complexo, harmonioso, poderoso e salivante. Por trás de um nariz mineral e fresco, aparecem as notas cítricas (toranja, laranja) e de pêssegos, sublinhada por um delicioso toque de mineralidade.
    R$195,00