Jurançon "Au Capceu", 2019

Tipo: Vinho branco licoroso encorpado
Uvas: 100% Petit Manseng

Descubra esse vinho
Jóia líquida das mãos de um tenor de Jurançon. Um vinho para não se ater a uma só garrafa: deguste agora e por mais 50 anos.

Saiba o que você vai beber

De cor dourada brilhante, é um vinho refinado, poderoso e equilibrado. Revela aromas frutados complexos de abacaxi, manga, abricot, com notas de mel e açafrão. Em boca é puro, amplo e fresco. É uma demonstração magnífica de equilíbrio entre potência, dulçor e frescor, com um impressionante potencial de envelhecimento. Final sápido e persistente.


A produção desse vinho é biodinâmica

Toda a produção é feita com uvas de cultivo orgânico, em solos sílico-argilosos, com idade entre 20 a 45 anos e altitude entre 290 m a 325 m. Rendimentos baixíssimos de 20hl/ha. Colheita tardia manual com uvas passificadas sem botrytis, realizada em sucessivas passagens, no final de novembro, graças aos ventos quentes de outono vindos da Espanha. As uvas são prensadas sem desengaço, lentamente. O vinho então fermenta em tonéis de 1.200 l e barricas de 225 l (5% novas) com controle de temperatura. Maturação sur lies por 10 meses nos mesmos tonéis e barricas. Açúcar residual: 90 gr.

Saiba tudo sobre Jurançon "Au Capceu", 2019

Tipo Vinho branco licoroso - seleção de la Croix vinhos franceses
Tipo
Vinho branco licoroso encorpado
Região Sud-Ouest (AOC Jurançon) - seleção de la Croix vinhos franceses
Região
Sud-Ouest (AOC Jurançon)
Uvas 100% Petit Manseng - seleção de la Croix vinhos franceses
Uvas
100% Petit Manseng
Safra 2019 - seleção de la Croix vinhos franceses
Safra
2019
Tamanho 750 ml - seleção de la Croix vinhos franceses
Tamanho
750 ml
Graduação alcoólica 13,5º - seleção de la Croix vinhos franceses
Graduação alcoólica
13,5º
Produção Biodinâmica - seleção de la Croix vinhos franceses
Produção
Biodinâmica
Ocasião Presente surpreendente - seleção de la Croix vinhos franceses
Ocasião
Presente surpreendente
Harmonização Aperitivos, aves, queijos e doces, como foie gras, queijo roquefort, Nougat glacé, torta morna de abricot e amêndoas. - seleção de la Croix vinhos franceses
Harmonização
Aperitivos, aves, queijos e doces, como foie gras, queijo roquefort, Nougat glacé, torta morna de abricot e amêndoas.
Serviço Melhor servir a 10 graus. - seleção de la Croix vinhos franceses
Serviço
Melhor servir a 10 graus.
Tempo de guarda Pronto, mas pode ser guardado por mais 50 anos. - seleção de la Croix vinhos franceses
Tempo de guarda
Pronto, mas pode ser guardado por mais 50 anos.

Conheça o produtor Domaine Camin Larredya

Béarn: um local único! As cores, o relevo, a atmosfera. Tudo é diferente e suave por aqui, tendo o equilíbrio como espinha dorsal. O clima tem tanto influências atlânticas como meridionais e impõe o descobrimento de uma casta igualmente única e adaptada: a Petit Manseng.

Camin Larredya homenageia esta herança territorial da AOC Jurançon e trabalha na busca da identidade mais genuína desta casta. Conta a história da transformação de um remoto vinhedo nas colinas de Béarn em um dos pr...
Você gostaria de conhecer mais o Domaine Camin Larredya, clique aqui.
Conheça outros vinhos do Domaine Camin Larredya, clique aqui.


Conheça a região Sud-Ouest

A região do Sudoeste da França (em específico Montravel e Bergerac) e Bordeaux mantém uma relação de amor e ódio desde tempos antigos. Em 1294, Henrique III deu permissão à população de Bordeaux para confiscar todo o vinho vindo de Montravel que viajasse pelo rio Dordogne, o único meio de transporte possível para a produção de vinhos desta região na época. Desde então, as duas regiões combatem uma à outra. Pode-se dizer que Bordeaux levou vantagem pois é a região produtora de vinhos mais c...
Você gostaria de conhecer mais a região Sud-Ouest, clique aqui.
Conheça outros vinhos da região Sud-Ouest, clique aqui.

Buscar