Châteauneuf du Pape Vieilles Vignes, 2013

Tipo: Vinho tinto médio
Uvas: 70% Grenache, 16% Mourvèdre, 8% Syrah, 4% Cinsault e 2% Clairette
Rating: 96-97/100 (La Revue du Vin de France)

Descubra esse vinho
Os vinhos do Domaine de Villeneuve são harmoniosos, equilibrados e de textura sedosa graças à qualidade das uvas oriundas de vinhas velhas e de uma colheita minuciosa. Esse vinho com notas de frutas vermelhas é muito intenso, mas também elegante e leve, o que é para um Chateauneuf du Pape!

Avise-me quando este produto estiver disponível

Saiba o que você vai beber

Este vinho apresenta cor rubi brilhante e profunda, o nariz é intenso e remete a frutas vermelhas, principalmente morangos. O ataque é muito expressivo e frutado, mas com incrível frescor para os vinhos dessa denominação. A mineralidade vem sublimar as notas de frutas maduras. A Syrah mostra toda sua personalidade com notas de couro e violetas que é seguido por um meio de boca cheio mais alinhado com o comportamento da Grenache. Este vinho é muito intenso e elegante.

O que as pessoas falam

Depoimento original:Son châteauneuf-du-pape s’émancipe des classiques. Stanislas Wallut a grandi dans une banlieue chic de l’ouest parisien. En 1995, il quitte la ville pour rejoindre le domaine de Villeneuve, acheté par son père en 1991. Rapidement, il s’oriente vers les vins “de soif”, sans perdre l’esprit du potentiel de garde de son châteauneuf-du-pape. Il trouve ses repères dans la conduite de ses vignes complantées, qu’il vendange en plusieurs passages, en fonction des maturités. En cave, il abandonne le bois pour élever ses vins dans le béton. Il les travaille moins, les laisse vivre davantage qu’à ses débuts. Il cherche à préserver des raisins vivants, afin de produire des vins d’une grande «buvabilité». Son somptueux châteauneuf-du-pape 2016, pur et charnel, en atteste." 

 

Tradução: Seu Châteauneuf-du-Pape se emancipa dos clássicos. Stanislas Wallut cresceu em um subúrbio chique no oeste de Paris. Em 1995, deixou a cidade para ingressar no Domaine de Villeneuve, comprado por seu pai em 1991. Rapidamente se voltou para os vinhos “de sede”, sem perder o espírito do potencial de envelhecimento de seu Châteauneuf-du-Pape. Ele encontra suas referências no manejo de suas vinhas coplantadas onde faz colheita com várias passagens, dependendo da maturidade. Na adega, ele abre mão da madeira para envelhecer seus vinhos em concreto. Em relação a suas primeiras vinificações, hoje intervém menos e deixa seus vinhos viverem. Ele procura preservar uvas vivas, a fim de produzir vinhos de grande "potabilidade". Seu suntuoso Châteauneuf-du-Pape 2016, puro e apetitoso, mostra bem isso. » (La Revue du vin de France)


A produção desse vinho é natural

Nas vinhas é praticada a griffonage, para que o solo possa respirar melhor. Não há controle químico artificial para o combate às pragas, o Domaine usa apenas preparações biodinâmicas. A colheita é muito minuciosa, com 3 estações de triagem sucessivas para que cheguem aos tanques apenas o melhor da produção! A cave está completamente enterrada a 2 níveis abaixo do solo e as uvas são transportados e preparadas manualmente, bem como seus sucos movidos por gravidade para se evitar a brutalidade do bombeamento por aspiração com máquinas. Também é utilizado o método de pigeage. O vinho passa de 18 a 20 meses em cubas (80%) e barricas novas de carvalho (20%). O maturação do vinho é feita com as borras finas em tonéis e barris.

Saiba tudo sobre Châteauneuf du Pape Vieilles Vignes, 2013

Tipo Vinho tinto - seleção de la Croix vinhos franceses
Tipo
Vinho tinto médio
Região Rhône  (AOC Châteauneuf-du-Pape) - seleção de la Croix vinhos franceses
Região
Rhône (AOC Châteauneuf-du-Pape)
Uvas 70% Grenache, 16% Mourvèdre, 8% Syrah, 4% Cinsault e 2% Clairette - seleção de la Croix vinhos franceses
Uvas
70% Grenache, 16% Mourvèdre, 8% Syrah, 4% Cinsault e 2% Clairette
Safra 2013 - seleção de la Croix vinhos franceses
Safra
2013
Tamanho 750 ml - seleção de la Croix vinhos franceses
Tamanho
750 ml
Graduação alcoólica 14,5º - seleção de la Croix vinhos franceses
Graduação alcoólica
14,5º
Produção Natural - seleção de la Croix vinhos franceses
Produção
Natural
Rating 96-97/100 (<i>La Revue du Vin de France</i>) - seleção de la Croix vinhos franceses
Rating
96-97/100 (La Revue du Vin de France)
Ocasião Para celebrar boas notícias, presente surpreendente - seleção de la Croix vinhos franceses
Ocasião
Para celebrar boas notícias, presente surpreendente
Harmonização Carnes vermelhas assadas, risoto com trufas negras, pernil com alecrim. - seleção de la Croix vinhos franceses
Harmonização
Carnes vermelhas assadas, risoto com trufas negras, pernil com alecrim.
Serviço Melhor decantar por 40 minutos antes de servir, a 15 graus. - seleção de la Croix vinhos franceses
Serviço
Melhor decantar por 40 minutos antes de servir, a 15 graus.
Tempo de guarda Pronto, mas pode ser guardado por mais de 20 anos. - seleção de la Croix vinhos franceses
Tempo de guarda
Pronto, mas pode ser guardado por mais de 20 anos.

Conheça o produtor Domaine de Villeneuve

Desde a safra de 1995, este Domaine de notável jornada nunca decepcionou. Seus vinhos revelam a elegância extrema que é possível alcançar nos vinhedos de Châteauneuf du Pape. Cheios de harmonia e equilíbrio, eles primam pela profundidade e por uma textura sedosa. São desprovido de um peso exagerado e têm aptidão para a longevidade, e a idade os fazem ganhar em energia e complexidade.

A propriedade é em grande parte composta de vinhas velhas com mais de 40 anos (50%) e parte acima de ...
Você gostaria de conhecer mais o Domaine de Villeneuve, clique aqui.
Conheça outros vinhos do Domaine de Villeneuve, clique aqui.


Conheça a região Rhône

A ligação da região do Rhône com o vinho começa com os gregos, nos tempos antigos, quando na ocasião eles ocuparam a área e trouxeram mudas de uvas viníferas. Mais tarde, os romanos desenvolveram o comércio dos vinhos na região, desenvolvendo uma das primeiras estradas antes mesmo que a região se tornasse propriedade dos papas.

Esta charmosa região está localizada entre as cidades de Lyon e Avignon e apresenta duas facetas em relação à produção de vinhos. No norte predominam os vinho...
Você gostaria de conhecer mais a região Rhône, clique aqui.
Conheça outros vinhos da região Rhône, clique aqui.

Buscar