Fale conosco e tire todas suas duvidas

Fale conosco no Whatsapp

Côte Rôtie, 2016

Clique numa dessas imagens abaixo para dar o zoom

Mais Imagens

Côte Rôtie, 2016

encorpado Tinto

Produtor: Domaine Jean -Michel Stephan

Região: Cotes du Rhone (Cote Rotie)

Tipo: Tinto

Safra: 2016

Descrição Rápida

Um Côte Rôtie natural, de terroir inovador e verdadeira expressão. Jean Michel Stephan é um artesão no sentido nobre, os vinhos que ele produz são verdadeiros concentrados de delicadeza, elegância, fruta, frescura, mineralidade, mas especialmente de grande pureza.
Acentuadas notas de frutos silvestres com especiarias e aromas de cereja, notas de azeitona, flores secas, carne defumada e notas sutis de baunilha. Muito fresco e com boa mineralidade, oferece sabores de frutas pretas como amora e cereja, pimenta branca. A nota de carne repete-se num final longo e suculento, emoldurado por taninos harmoniosos e sedosos.

descrição técnica

Share this page
R$595,00

Rótulo: Côte Rôtie, 2016

Produtor: Domaine Jean -Michel Stephan Cotes du Rhone (Cote Rotie)
Uvas 90% Syrah 10% Viogner
Produtor Enólogo com espírito independente, Jean-Michel Stephan é o criador de Côte Rotie inovadores. Seu vinhedo de 4,5 hectares destinado à produção exclusiva da Côte-Rôties está distribuído em 6 parcelas localizadas ao sul, na denominação em Tupin e Semons. A maior parcela da sua terra, o "Coteau de Bassenon" consiste em 1,5 hectares de videiras plantadas em numeroso terraços cortados em granito e gnaisse. As outras parcelas estão espalhadas pelas localidades: Coteaux de Tupin, Les Bercheries e Verenay. Para oferecer vinhos Côte-Rotie AOC de alta qualidade e preservar a autenticidade de sua produção e seu terroir, Jean-Michel Stephan está replantando lentamente sua vinícola com as seleções de Serrine (uma variedade ancestral da Syrah, quase única no norte do Ródano). Hoje, a sua vinha é composta por cerca de 60% de Syrah, 30% de Serrine e 10% de Viognier. Nos terrenos mais íngremes, onde não é possível usar cavalo, os solos são arados com instrumentos manuais e as ervas daninhas são eliminadas arrancando-se, sem herbicidas químicos ou produtos sintéticos. Artista e verdadeiro ourives do vinho, Jean-Michel Stephan trabalha numa pequena adega sem artifícios para produzir vinhos com fruta, frescura e pureza.
Produção As videiras estão em 4 áreas Verenay (Xistos - Côte Brune), Tupin (gnaisse), Les Bercheries (gnaisse) e Côteau de Bassenon (migmatito). A idade das vinhas variam de 15 a 40 anos. Viticultura baseada em métodos orgânicos, capina manual, sem pesticidas nem fungicidas. Na vinificação, a fermentação acontece em um ambiente anaeróbico (maceração semi carbônica à frio), com leveduras indígenas. Extração por remontagem e pigeages com os pés. A clarificação é natural, sem filtração ou colagem. Dose muito reduzida de enxofre usado na vinificação. O envelhecimento é feito por 24 meses em barris de carvalho usados. Da vinha à garrafa, o vinho fica sem oxigênio, com consequente redução na abertura. Necessário oxigenação em decanter por um hora antes.
Características Este é um vinho de requinte e delicadeza, embora tenha uma textura concentrada e encorpada. Apresenta cor violeta brilhante. Acentuadas notas de frutos silvestres com especiarias e aromas de cereja são complementados por notas de azeitona, flores secas, carne defumada e notas sutis de baunilha. Muito fresco e com boa mineralidade, oferece sabores de frutas pretas como amora e cereja, pimenta branca. A nota de carne repete-se num final longo e suculento, emoldurado por taninos harmoniosos e sedosos.
Graduação alcoólica 13°
Serviço Melhor abrir 1 hora antes de servir, a 15 graus.
Tempo de guarda Pronto para bever e pode ser guardado por 10 anos.
Harmonização Terrine, Aves de caça (faisão, pato), cordeiro, pombo com especiarias, peru com castanhas.