Fale conosco e tire todas suas duvidas

Fale conosco no Whatsapp

Busca Avançada

46 item(s) encontrados usando os seguinte critérios

  • Tipo: Tinto

Não sabe o que está procurando? Altere seus termos de pesquisa

Itens 11 para 20 de 46 total

  1. Les Galuches, 2019
    leve Tinto

    Les Galuches, 2019

    Domaine Wilfrid Rousse
    Loire (Chinon)
    Belo Chinon, com boa fruta e frescor, com uma elegância incomum para um Cabernet Franc, muito bem trabalhado em agricultura biodinâmica. Um vinho com um nariz cheio de notas de frutas e minerais é salivante e fresco, com um leve toque tostado, na boca é redondo e profundo, com um final gourmet. Redescubra Chinon em uma de suas melhores safras!
    R$165,00
  2. Giac’Potes, 2019
    medio Tinto

    Giac’Potes, 2019

    Domaine Giachino
    Savoie
    As vinhas da propriedade Giachino cobrem uma dúzia de hectares em Savoie, no parque regional de Chartreuse, de frente para o maciço de Bauges. Desde 2008, a vinha é certificada como orgânica, permitindo que as castas indígenas, únicas no mundo, se expressem de bela maneira. Um vinho delicioso, vivo e fresco onde a fruta prevalece! Difícil parar na primeira taça!
    R$168,00
  3. Frères Giac, 2019
    medio Tinto

    Frères Giac, 2019

    Domaine Giachino
    Savoie (Coteaux du Gresivaudan - IGP Vin Isére)
    A vinha da propriedade Giachino, desde 2008, é certificada como orgânica, permitindo que as castas indígenas, únicas no mundo, se expressem de bela maneira. Depois de um ataque franco a frutos silvestres (groselhas, morangos e framboesas), a boca se abre em um material redondo e equilibrado, com final com ligeiro dulçor.
    R$168,00
  4. Les Petites Roches, 2016
    medio Tinto

    Les Petites Roches, 2016

    Domaine Charles Joguet
    Loire (AOC Chinon)
    O Domaine Charles Joguet tem um passado único. Composto por muitas parcelas que foram vítimas de filoxera ao longo dos séculos, a área é gerida há muito tempo na policultura. Vinho com aromas de frutas vermelhas maduras, especiarias, violeta, ervas e grama. Fresco, com taninos suaves e redondos e bela mineralidade. Envelhecimento prolongado em barris de 1 a 3 anos de uso, por 12 a 15 meses.
    R$185,00
  5. Les Terres Blanches, 2015
    Encorpado Tinto

    Les Terres Blanches, 2015

    Clos de Grillons
    Côtes du Rhône
    Nicolas Renaud era professor de história antes de se tornar um enólogo em 2007, assumindo as vinhas de 17 ha em Rochefort-du-Gard que hoje possuem em torno de 50 anos. A origem desta paixão ocorreu nas visitas em seus primeiros anos na vinha e na memória de um vinho em particular, e não de qualquer um, mas do grande Henri Bonneau, famoso produtor de Chateauneuf-du-Pape com quem fez seu aprendizado, no Domaine de Vieille Julienne. Esse vinho tem aromas expressivos de cerejas, coulis de frutas vermelhas e uma nota floral que remete a rosas. Também aparecem uma leve nota sanguínea e um toque de pimentas preta. Na boca é um vinho que cheio, rico e expressivo, com taninos presentes mas elegantes, fruta redonda e bela estrutura. Longo e exuberante!
    R$190,00
  6. Régnié, 2015
    Leve Tinto

    Régnié, 2015

    Domaine Roland Pignard
    Beaujolais (Régnié)
    O Domaine Roland Pignard é uma referência em vinhos orgânicos e biodinâmicos da região de Beaujolais. A propriedade se extende sobre três apelações: Morgon, Régnié e Beaujolais Villages. Os 4 hectares são cuidados minuciosamente por Roland e sua esposa, Joëlle. Roland é um apaixonado pela natureza e pelas vinhas e por isso toda a sua produção é orgânica e biodinâmica, permitindo que suas uvas se expressem ao máximo e com toda a autenticidade de cada um dos terroirs que cultiva.
    R$195,00
  7. Chateau Magence, 2010
    médio Tinto

    Chateau Magence, 2010

    Château Magence
    Bordeaux (Graves)
    O Château Magence é uma verdadeira pedra preciosa escondida na região de Bordeaux. Um típico representante dos vinhos de Graves, na margem esquerda do rio Garonne. Há 7 gerações produzindo vinhos com o clássico corte bordalês, essa propriedade guarda suas raízes familiares, o que se torna cada vez mais raro nessa região. Este vinho passa 18 meses em barrica de carvalho e apresenta aroma envolvente e um ataque sedoso com boca amplo e aveludada.
    R$215,00
  8. Clef de Sol Rouge, 2014
    encorpado Tinto

    Clef de Sol Rouge, 2014

    Domaine la Grange Tiphaine
    Loire (Touraine-Amboise)

    Vermelho-cereja, a cor do Clef de Sol Rouge 2014 do Domaine de La Grange Tiphaine é brilhante, com tons violáceos. Que harmonia no nariz! As notas de especiarias doces misturam-se delicadamente com as de frutas, como mirtilo, groselha e amora. Após algum tempo em taça, aparecem notas de defumado e tostado. Na boca o Clef de Sol é um vinho incisivo e intenso. Os taninos estão bem e completamente integrados. O final de boca é uma explosão de notas de especiarias, seus sabores permanecem longos na boca para o nosso grande prazer. Um vinho raro!

    R$217,00
  9. Le Loup dans la Bergerie, 2018 Magnum
    leve Tinto

    Le Loup dans la Bergerie, 2018 Magnum

    Domaine de l'Hortus
    Languedoc (Pic Saint Loup)
    O Domaine l'Hortus é propriedade de Jean Orliac, um dos grandes inovadores de Pic Saint-Loup. Sua família produz vinhos há 3 gerações. Esse vinho é o reflexo perfeito do que deveria ser um vinho cuja proposta principal seja a expressão máxima da fruta: macio, rico de frutas colhidas e taninos aveludados.
    R$220,00
  10. Irancy, 2015
    leve Tinto

    Irancy, 2015

    Domaine des Temps Perdus, Clotilde Davenne
    Bourgogne
    Os vinhos de Irancy estão entre os mais antigos vinhos da Borgonha. Os monges já os produziam desde o século XI e muitos os consideram como a estrela entre os vinhos tintos da região Yonne. Este vinho possui os aromas naturais da pinot noir, a fruta vermelha é muito presente, principalmente a cereja e a César traz um toque de terroir e toda a sua mineralidade. Grande complexidade, boa acidez e equilíbrio, com notas de defumado e especiarias! É um vinho extremamente amplo na boca e muito gourmet!
    R$235,00

Itens 11 para 20 de 46 total